quarta-feira, 31 de março de 2010

De raiz...

video


Conheço essa música há tempos, dadas as minhas raízes sertanejas... E o Governo de Minas transformou em propaganda, achei muito bom, apesar de simples. E lembra do meu avô, o que me faz ter muita saudade...

terça-feira, 23 de março de 2010

Deuses midiáticos

José Wilker sempre critica o valor que é dado à fama no Brasil. Ele acredita que há um ‘endeusamento’ dos artistas da telinha brasileira.

É interessante observar o quanto o povo brasileiro se apega à fama e aos famosos. Especialmente aos globais. A vida deles é notícia, tirar foto com eles é ser pop, ter um rabisco na agenda é estar por cima da maioria. Mesmo quando a fama foi dada assim, de graça, sem que nada tenha sido feito.

É o caso do ex-BBB Eliéser, que esteve em Goioerê nessa semana. O global foi recepcionado calorosamente pelo povo da cidade. Não que não mereça, o rapaz tem recebido várias propostas e pode levar o nome da cidade para toda a mídia nacional.

Entretanto, de que veio a fama dele? Ele simplesmente participou de um reality show sendo efetivamente ele mesmo. Com qualidades e defeitos. Tentando - ou não - jogar. Em busca pelo R$ 1,5 milhão. E pela fama. Ah, a fama.

Essa já está garantida ao jovem, que certificou que vai conseguir aqui fora o dinheiro que vai ser de outro brother. Trabalhando como modelo, como ator. O que vier é lucro.

Eliéser, muito mais simpático que na telinha da Globo, mostrou a toda a cidade que, sim, um rapaz do interior do Paraná pode chegar longe. Assim como a não menos famosa Grazi Massafera.

Entretanto, quantos talentos estão sendo esquecidos porque não têm um rostinho bonito e um presente da sorte?

E por que, no nosso País, atrizes e atores têm que andar disfarçados para não serem atacados por uma legião incansável de fãs? Até que ponto eles têm que se achar mais importantes do que nós, reles e anônimos mortais?

Sim, no Brasil a fama está acima de tudo. De valores morais, às vezes. Mas já que é ela que importa, que podemos nós senão desejar ao nosso conterrâneo sucesso. E sorte, nesse mundo tão competitivo da fama.

Ah, claro. E que não se esqueça do seu berço, porque nós, certamente, não o esqueceremos.

...

Esse texto foi um editorial publicado no Jornal Correio do Cidadão em 19 de março de 2009, depois que o ex-BBB Eliéser visitou à sua cidade, que fica na Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão (Comcam). Fui a Goioerê conversar com o global e fiquei assustada com a quantidade de gente, em especial mulheres, que gritavam enlouquecidas ao ver o ex-brother.

segunda-feira, 15 de março de 2010

Pérolas matrimoniais

Durante a assinatura dos papéis, uma bióloga presente:
- Nossa! Ele é canhoto! Ela também! Os dois são recessivos! Os filhos vão ser todos canhotos! Isso é genética!
.
Na hora de jogar o buquê, a felizarda é uma mulher que, aparentemente, está perto da casa dos 40. Uma das 'invejosas' que não conseguiu o buquê, diz, então:
- Pelo menos essa aí merecia, se não casou até agora...
.
Depois de provar todos os docinhos possíveis na mesa e de ter comido quase todo o buffet, uma das moças solta:
- Acho que a cereja não me caiu bem...
.
A tia, 27 anos. A sobrinha pergunta:
- Quantos anos a noiva tem?
- Um a menos que eu.
- Nossa! Ela casou na idade perfeita para casar!
A tia, com lágrimas nos olhos:
- Como você me diz isso? Eu acabo de terminar um namoro de seis anos e você me diz isso! Você quer o que? Que eu me mate?

quarta-feira, 10 de março de 2010

Lembrei do senhor, seu Ney

- Ô neta número 1, aproveita que você vai lá na cozinha colocar coca pra mim e põe um tiquinho pra você também!
(Oooo trem bão, sô! Saudade...)

Romance

Sim, gosto da solteirice. Gosto de ir e vir onde e quando quiser. Gosto de olhar, paquerar, seduzir. Mas me faz tanta falta um colo nas horas tristes. Ok, admito, eu queria um romance...

terça-feira, 9 de março de 2010

Felicidades!!!

Era para ser um parabéns original, mesmo atrasado (eu sempre estou atrasada... mas você tem que entender que eu não sabia!!!), mas eu não sou muito original... Então resolvi te dar uma música de presente, e nenhuma melhor que essa! Aproveite (hehe)! E tudo de bom!