sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Tarado mostra o bilau para assessora

“Era enorme”, afirma a jornalista, que nem olhou para cara do safado

S. S. W.

Susto, segunda-feira, nas proximidades do Parque do Lago. Um tarado mostrou o bilau para a assessora de imprensa L.B.M., 26 (quase 30!). A jornalista estava em frente a um restaurante mexicano e, num primeiro momento, chegou a pensar que estava vendo um sombrero. “Era enorme”, revelou. “Nem olhei a cara dele”.
Com medo, L.B.M. correu para a casa de um amigo, o professor P.A.P.B., 20, que mora em frente. Foi esse amigo quem procurou a polícia. “Moro aqui há muitos anos e nunca vi nada disso. Não é justo”, desabafou. Ele quer processar o tarado por discriminação. “Também tenho o direito de ver uma coisa dessas”.
O delegado disse que achou a história toda confusa e prometeu investigar a fundo jornalista. “Não confio mais nessa raça”, explicou. Ele ficou famoso por prender a jornalista M.F., 28. O delegado já colheu as primeiras informações sobre a meliante.
“Há uma suspeita que ela seja lésbica”, frisou o delegado. Ele apurou que L.B.M. pode ter um caso amoroso com outra jornalista da cidade P.A.F., 25. “A suspeita foi levantada pela própria família de P.A.F.”, ressalta o delegado. “Se isso for confirmado, o tarado tem direito a indenização”.
A polícia se queixa da assessora, que não se lembra do rosto do tarado, o que dificultou o retrato falado. L.B.M. também não se recorda da marca ou da cor do carro ou muito menos da placa. “Ela só olhou pro bilau mesmo”, explica o delegado. “Temos vários suspeitos e o reconhecimento terá que ser feito pelo ‘instrumento’”.




...
A história é quase verídica. Cuidado com taradões, meninas!

16 comentários:

  1. Rachei de rir quando li! Eu acho que reconheço esse retrato falado.
    hahaha

    ResponderExcluir
  2. ADOREIII!!!!!!!!!! Ri muitooo... Apesar da história "ser quase verídica", sua criatividade foi fundamental aqui Paulinhaaa! Parabéns! hahahaha

    ResponderExcluir
  3. Hauhauahauahauaha
    Você se supera... O melhor foi as iniciais, as da assessora reconheci na hora!
    Ótimo relato.

    ResponderExcluir
  4. Gentem, a criatividade não é minha! É do S.S.W., que pediu pra manter anonimato! rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Meeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeu... Que texto boooooooooooooooom... Ow, muito bo meeeeesmo...
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... Sério, me matei de rir... Demaaaaaaais... Kkkkkkkkkkkkkkkkkk'

    ResponderExcluir
  6. Eu também ri um monte, o que foi meio estranho pq estou no jornal e já acham que eu sou meio doida por aqui...

    ResponderExcluir
  7. Huahuahuahuahua
    "Ela só olhou para o bilau mesmo" foi incrível!

    ResponderExcluir
  8. Vc vai me odiar por isso, mas agora o nome do blog ganhou um sentido diferente... huahuahua

    ResponderExcluir
  9. KKKKKKKK...
    Fazendo minhas as palavras do Pedro:
    "Meeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeu... Que texto boooooooooooooooom... Ow, muito bo meeeeesmo..."
    Amei!!!!
    Inclusive o comentario da Carol... e a fantastica inspiracao do SSW... kkkkk... o melhor é a gente ler conhecendo os personagens, nénaum????
    kkkkkkkkkkkkkkk... olha do que eu me livrei: uma nora jornalista, tarada e "lébisca". Ops!!! Se ela é mesmo lébisca, putz! E se foi a família quem detectou, putz!!!! Quem disse quem me livrei???? Putz, isso pode dar uma história do Nelson Rodrigues, olha o enredo, linda jornalista de olhos verdes causa tragédia familiar... ou, se fosse manchete de imprensa marrom, em letras garrafais: M.A.F. agride a irmã P.A.F. por causa de L.B.M.
    No fundo, no fundo, o delegado não deixaria de ter razão: ô racinha essa tal de jornalistas, hein???
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Me acabei de rir imaginando a cara de patza de L.B.M. olhando a prova do crime.... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  10. Já li três vezes o texto e não paro de rir..imagino a cara da assessora e suas mãos chacoalhando enquanto olha para o bilau!kkkkkkkkk...essas coisas só acontecem com ela mesmo!
    amei!

    ResponderExcluir
  11. Hahaha!
    A melhor versão dos fatos!

    ResponderExcluir
  12. Muito bom Paula. Que criatividade menina! A fala do delegado foi ótima. To rindo ainda, kkkkkk.

    ResponderExcluir