segunda-feira, 19 de abril de 2010

A festa é sua, mas eu comemoro junto



Hoje, maninha, você fica mais velha. Preciso te dizer que isso me deixa muito contente. E me deixa mais contente ainda poder te ligar. Você é tão importante na minha vida que não consigo deixar de sentir minha a sua festa. Porque, se você não estivesse aqui para que eu comemorasse contigo, mesmo assim, à distância, meu mundo seria mais triste. Minha vida, sem você, Mayinha, não tem o menor sentido.
É você que me faz ter coragem, que me faz pensar mais. Que me mostra as coisas de ângulos diferentes, que me tira do sério, que me arrasta pra montanha russa.
É com você que tardes à toa, seja em casa, seja perambulando que nem duas tontas no centro ou morrendo no calor de Ciudad del Este, são mais divertidas. E é a sua falta que mais dói, sempre.
Porque você é mais que metade de mim, Mayinha. É meu começo, meu meio e meu fim.
Te amo. Parabéns, trem!

ps. A música é bobinha, é breguinha, mas é fofa. E me lembra de você, sempre.

video

4 comentários:

  1. Não tem coisa que me deixe mais feliz do que o amor de vocês.
    Amo.

    ResponderExcluir
  2. (Meio atrasadinha... Compreensível, espero... =P)
    Obrigada, maninha.
    É ruim sem você... Com a tua ausência a festa jamais fica completa.
    ps: amo-te.
    =D

    ResponderExcluir
  3. ah!
    a música é breguinha, sim, mas cabe à situação... Amei!

    ResponderExcluir